Tecnologia – Uma curiosidade sobre

Quando falamos em tecnologia logo nos vem a mente aparelhos eletrônicos de ultima geração, mas pesquisando um pouco mais sobre esta nossa paixão cheguei a alguns milhares de anos atrás, no tempo da mitologia, no tempo do monte Olimpo.

Então vamos la com a nossa curiosidade.

Hefesto Deus da TecnologiaNa Mitologia Grega, Hefesto ou Hefaísto (Ήφαιστος em grego), era o Deus da tecnologia, dos ferreiros, artesãos, escultores, metais, metalurgia, fogo e dos vulcões. Era muito importante na religião grega, principalmente nas cidades onde a prática da manufatura era intensa como, por exemplo, a cidade de Atenas. Era filho de Hera (deusa do nascimento e do casamento) com Zeus (de acordo com Homero, na Ilíada, Zeus era o pai de Hefesto). Com relação a aparência, Hefesto era feio, coxo e manco. Ele andava carregando vasos pintados e um bastão. Em algumas imagens, ele aparece com os pés na posição contrária. Aparece também quase sempre trabalhando em uma bigorna, suado e com a barba por fazer. Dizem os mitos gregos, que sua aparência era tão horrível que sua mãe o atirou do Monte Olimpo quando viu seu rosto. Foi neste momento que ficou com o problema físico na perna. Hefesto tinha uma grande capacidade de criação. De acordo com a mitologia, foi ele quem fez o escudo de Zeus, usado na batalha contra os titãs. Ele também construiu pra si um lindo e grandioso palácio de bronze. Entre suas criações está Pandora, a primeira mulher mortal. Curiosidade: Na mitologia romana, Hefesto era chamado de Vulcano.

O Retorno

Hefesto foi o único deus a ter retornado para o Olimpo depois de ter sido exilado. Numa narrativa arcaica, Hefesto teria se vingado de Hera pela sua rejeição dele construindo para ela um trono dourado mágico que, quando ela se sentou sobre ele, não a deixava mais se levantar. Os outros deuses imploraram a Hefesto que retornasse ao Olimpo para libertá-la, porém ele teria recusado, dizendo “eu não tenho mãe.” Finalmente Dioniso, enviado para trazê-lo de volta, compartilhou com ele seu vinho, embebedando assim o ferreiro e trazendo-o de volta ao Olimpo sobre as costas de uma mula, acompanhado por foliões.

Hefesto e AfroditeAfrodite e Ares

Hefesto, sendo o mais decidido dos deuses, recebeu de Zeus a mão de Afrodite para evitar que os outros deuses travassem disputas por ela. Afrodite, no entanto, não aceitou a idéia do casamento arranjado com o feio Hefesto, iniciou um relacionamento amoroso com Ares, deus da guerra.

Hefesto ficou sabendo da promiscuidade de Afrodite por meio de Hélio, o Sol onividente, e planejou uma armadilha para eles durante uma de suas escapadas. Enquanto Afrodite e Ares estavam juntos na cama, Hefesto envolveu-os com uma rede de cota de malha inquebrável, tão fina que era praticamente invisível, e levou-os ao Monte Olimpo para humilhá-los diante dos outros deuses. Estes, no entanto, apenas riram diante da visão dos amantes nus, e Poseidon conseguiu persuadir Hefesto a libertá-lo como troca de uma garantia de que Ares pagaria uma multa pelo adultério. Na Odisséia, Hefesto afirma que devolveria Afrodite a seu pai e exigiria dele seu dote.

Hoje ainda a mitologia é muito divulgada, pois os que os deuses mitológicos faziam se assemelham muito ao que é possível fazer atualmente, então deixo a pergunta…

Até que ponto mitologia é Mito? e os poderes dos Deus mitológicos não era Tecnologia que os antigos não entendiam?

Comentários estão fechados.