Análise de viabilidade como ferramenta decisória na hora de escolher uma franquia

Viabilidade de Investimento

[maxbutton id=”6″]

análise de viabilidade determina se um negócio é realizável (viável) ou não? Traduzindo, será que eu conseguirei vender o suficiente para cobrir os gastos e ainda me sobrar um determinada quantia?

Trata-se de um recurso extremamente útil antes de iniciar quaisquer aquisição geradora de renda, neste caso uma franquia (microfranquia principalmente), pois o franqueado, por lei é obrigado a te fornecer um estudo da viabilidade do negócio junto com a COF (circular de oferta da franquia) onde, deste modo, sera possível prever com antecedência as margens de lucro e retorno do investimento, uma vez que todas as circunstâncias vinculadas aos projetos são rigorosamente estudadas.

Quando falamos em viabilidade podemos lembrar em dois fatores importantes, que são a viabilidade técnica e a viabilidade econômica.

Pode-se falar de viabilidade técnica para fazer referência àquilo que obedece às características tecnológicas e naturais envolvidas num projeto. O estudo da viabilidade técnica costuma prender-se com questões de segurança e de controle (por exemplo, se a ideia é construir uma ponte, a viabilidade técnica dirá respeito ao estudo do terreno em questão e às condições ambientais para evitar que a mesma desmorone/caia).
A viabilidade econômica, por sua vez, está relacionada com os recursos financeiros existentes para executar um projeto, tendo em conta as receitas que, eventualmente, se esperam obter. É esta viabilidade que mais nos chama atenção em termos de franquia, pois muitas vezes o candidato a franqueado não se atende por este lado da moeda. Na maioria das vezes o candidato tem o valor para comprar a franquia porem não tem o capital de giro para esperar até que a franquia ande com suas próprias pernas e é onde “A Roda Pega” ou, e se não tiver venda? qual o gasto mensal que irá ter?

Analise de Viabilidade Chipbras

Use a velha planilha para fazer a sua análise

Faça você mesmo seu estudo de viabilidade

[maxbutton id=”6″]

1- Identifique todas as receitas geradoras do projeto, ou da franquia que esta adquirindo.

2 –  Para que você gere estas receitas você tem um custo, o qual chamamos de Custo Variável, onde para cada item gerador da venda (receita) ele te custa um determinado valor, ou seja, quanto mais você vende, mais te custa. Exemplo, se você vende uma determinada peça e esta peça custa R$ 100,00 cada, se você vender 10 peças seu custo de venda sera portanto. Esta mesma regra serve para impostos e comissões, ou seja, quanto mais vende, mais te custará.

3 – Até aqui pode deduzir das RECEITAS (1) o seu CUSTO VARIÁVEL (2) e ter um resultado o qual denominamos Margem de Lucro

4 – Identifique todas as despesas que você terá em um determinado período (1 mês) para realizar estas vendas. Abaixo vamos dar alguns exemplos de despesas:

  • Aluguel,
  • Telefone,
  • Café e Lanches
  • Aguá, energia elétrica,
  • Honorários contábeis,
  • Combustível e Lubrificantes
  • Taxas diversas (IPTU)
  • Salários e encargos pessoais
  • Manutenção de prédios
  • Manutenção de veículos
  • Juros e despesas bancárias
  • Retiradas Pro Labore, etc…

Observações: Denominamos estas despesas de DESPESAS FIXAS, pois independe se você vende ou não você irá te-las do mesmo jeito.

5 – Da MARGEM DE LUCRO (3) se deduzirmos as DESPESAS (4) teremos então o LUCRO LIQUIDO.

Através deste demonstrativo você consegue várias informações e dentre elas, a que o nosso post se propõe que é a Análise de Viabilidade.

SIMPLES ASSIM?

Não, eu sei, para quem não é da área financeira isto é bem complexo, e por isto que disponibilizamos uma planilha para você apenas colocar os valores (preenche-la) e ver os resultados se te interessa ou não o projeto ou compra da franquia que esta efetuando.

[maxbutton id=”5″]

Se tiver alguma duvida e quiser nos perguntar fique a vontade para comentar logo abaixo.

Comentários estão fechados.